Vai contratar? Descubra o que sua empresa precisa saber antes de admitir um novo profissional

Formar boas equipes e valorizar talentos são posturas essenciais para manter o negócio competitivo e com alto nível de qualidade.

O processo de recrutamento e seleção é uma das ferramentas mais importantes da gestão de recursos humanos, isso porque é através dele que as organizações podem identificar profissionais com potencial para fazer a diferença em um mercado cada vez mais competitivo.

Mas engana-se quem pensa que esta é uma tarefa fácil. Muitas empresas ainda possuem dificuldades para estruturar boas estratégias de recrutamento. A falta de critérios e instrumentos adequados é um dos principais motivos para as contratações erradas, podendo gerar grandes perdas financeiras. Isso sem falar sobre os custos que enganos como estes podem causar com relação à perda de tempo ou de clientes.

Por essa razão as empresas estão cada vez mais preocupadas em adotar processos de recrutamento e seleção eficientes, que alinhe o dinamismo e as competências com o objetivo de atrair profissionais qualificados que se encaixe no perfil e na cultura da empresa. Mas por onde começar?

Cada empresa possui estratégias diferentes para recrutar e selecionar os profissionais. Mas vamos citar aqui algumas etapas obrigatórias para quem busca realizar o processo de forma eficiente. São elas: definir o perfil do cargo; identificar fontes adequadas para atrair talentos; realizar entrevistas e testes psicológicos; e por último, dar o feedback para os candidatos.

Defina o perfil da vaga.

O primeiro passo para conseguir selecionar o candidato perfeito para sua vaga é delimitar o perfil profissional que você está buscando. Existem 3 aspectos básicos que devem ser levados em consideração.

  • Requisitos técnicos: conhecimentos específicos relacionados às atividades do cargo;
  • Requisitos pessoais: ligados ao comportamento e experiência necessária para ocupar este cargo;
  • Requisitos emocionais: esse aspecto, que é o mais complexo, extrapola um pouco a questão profissional. Ele envolve a ética, os valores e a maturidade que você espera de um novo colaborador da sua empresa.

Identificar fontes adequadas para atrair talentos.

Definido o perfil da vaga, é hora de avaliar qual a melhor forma para encontrar os profissionais que você busca. Muitas vezes, o talento procurado pode estar dentro da própria empresa e você não pode desconsiderar isso. O recrutamento interno é um processo mais barato que os demais, uma vez que não é preciso gastar com publicações na mídia e também visa promover e reconhecer os talentos que a empresa já possui.

Entretanto, se o interesse da empresa for o rápido preenchimento da vaga, ou mesmo se estiver buscando um profissional com qualificação diferenciada ou habilidades especiais, o ideal é buscar candidatos que estejam disponíveis no mercado de trabalho. Atualmente as empresas utilizam diferentes ferramentas para selecionar candidatos para a vaga. Entre os meios mais utilizados estão: banco de currículos da empresa, redes sociais, indicação por meio de network e contratação de empresas especializadas.

Entrevistas

Uma vez que você divulgou a vaga, currículos vão começar a chegar. A entrevista é considerada o momento mais importante do processo de recrutamento e seleção, esta é a etapa onde o profissional de RH fica cara a cara com o candidato. Por isso é importante criar um roteiro, ou seja você deve escrever e escolher brevemente as perguntas certas. Boas perguntas revelam muito sobre o candidato, bem como suas experiências anteriores, seus conhecimentos técnicos e possivelmente sua perspectiva a médio e longo prazo.

Feedback

Por último, mas não menos importante, vem o feedback . A falta de retorno é uma das maiores reclamações dos candidatos após uma entrevista de emprego. Segundo pesquisa realizada pela Emprego Ligado, um terço das empresas só dão feedback para os candidatos que foram aprovados. Esta atitude pode gerar ansiedade e frustração para o restante dos profissionais. Deixá-los esperando por um retorno acaba gerando um mal-estar desnecessário.  

Vale ressaltar a importância do feedback para todos os profissionais que participaram do processo seletivo, por mais que nem todos os participantes correspondam aos pré-requisitos da vaga, eles esperam uma resposta. Oferecer esse retorno além de expressar respeito aos participantes, demonstra que a empresa se importa com as pessoas, contribuindo para sua boa imagem no mercado.

Gostou das nossas dicas para fazer deixar seu processo de recrutamento e seleção mais eficaz?

Que tal partilhar o conhecimento, compartilhe o material com seus amigos e colegas nas redes sociais?

Por Cheron Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *