Portaria 373 flexibiliza a marcação de ponto nas empresas

Descubra como as novas regras podem ajudar a o controle de jornada na sua empresa.

Em 25 de fevereiro de 2011 o Ministério do Trabalho sancionou a portaria 373 que busca flexibilizar as regras para a marcação o ponto nas organizações. Essa medida foi criada para auxiliar as empresas, visto que as mudanças nas relações de trabalho implicaram na necessidade da ampliação de novas possibilidades para o controle da jornada.

Continuar lendo Portaria 373 flexibiliza a marcação de ponto nas empresas

Você sabe a diferença do acordo de compensação de jornada para o banco de horas?

Conheça a diferença dos dois sistemas de compensação e saiba como agir caso seus empregados precisem chegar mais tarde ou sair mais cedo.

O mercado de trabalho do século 21 mudou e cada vez mais encontramos empresas flexíveis quando o assunto é horário de trabalho. Antigamente a compensação de horas causava um certo receio por parte de empregados e empregadores, o tempo foi modificando as relações de trabalho e atualmente essa prática se tornou comum e bastante utilizada nas empresas.

Continuar lendo Você sabe a diferença do acordo de compensação de jornada para o banco de horas?

O que sua empresa precisa saber antes de adotar o regime de compensação de jornada de trabalho

Que tal descomplicar a prática da compensação de jornada? Aprenda o que é e os efeitos nos contratos de trabalho.

A legislação trabalhista brasileira estabelece que a jornada normal de trabalho seja de 8 horas diárias e 44 semanas. Apesar desse limite não poder ser alterado, é possível ajustar os horários de acordo com as necessidades da empresa e do empregado. Afinal existem ocasiões em que o colaborador precisa entrar e sair mais cedo ou até mesmo exceder seu horário. Veja como a compensação da jornada de trabalho pode ajudar as empresas.

Continuar lendo O que sua empresa precisa saber antes de adotar o regime de compensação de jornada de trabalho

Como funciona a jornada 12×36 e o que é preciso saber antes de adotar na sua empresa?

Entenda o que mudou  na jornada 12×36 após a reforma trabalhista   

A reforma trabalhista aprovada no dia 11 de julho de 2107, trouxe à tona antigas discussões, entre elas as condições de trabalho para quem realiza jornada 12X36. Comum em empresas de vigilância e em hospitais, esta jornada de trabalho gera muita polêmica e apresenta opiniões controversas. Entre os principais temas discutidos estão a dificuldade de gestão, o controle do expediente ou plantão, e a qualidade de vida do funcionário.

Continuar lendo Como funciona a jornada 12×36 e o que é preciso saber antes de adotar na sua empresa?

Avaliar a efetividade do trabalho Home Office pela produtividade é a melhor opção para sua empresa?

Entenda qual é a melhor forma para controlar a jornada do funcionário home office.

O home office é um modelo de trabalho que vem sendo cada vez mais adotado pelas empresas brasileiras. No dia 27 de julho, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, resolveu testar este novo modelo e sancionou o decreto 62.648, criando regras para o funcionamento do Home Office para o servidor público.

Continuar lendo Avaliar a efetividade do trabalho Home Office pela produtividade é a melhor opção para sua empresa?

Reforma trabalhista: Saiba o que pode mudar para o empregador

A reforma trabalhista proposta pelo atual governo foi aprovada pela Câmara e segue agora para votação no Senado. O documento prevê a alteração de diversos artigos da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), e deve entrar em vigor no 2° semestre de 2017. Mas você sabe como estas alterações vão afetar o trabalho nas empresas? E quanto ao registro de ponto, quais sãos as alterações? O projeto é a maior e mais ampla reforma da legislação trabalhista realizada no Brasil. Ao todo serão alterados mais de 100 artigos da legislação e outros 200 dispositivos. Para a especialista em direitos trabalhistas, Cecília Teixeira de Carvalho do escritório Bobrow Teixeira de Carvalho Advogados , o país precisa modernizar as leis trabalhistas. “A reforma possui pontos positivos e negativos, mas não podemos deixar de analisar que os modelos de trabalho estão se modernizando e precisamos rever as leis, para de fato regularizar este novo mercado”, explica.

Continuar lendo Reforma trabalhista: Saiba o que pode mudar para o empregador