Entenda o que é o lifelong learning e porque as empresas devem investir nessa prática

imagem de seis pessoas sentadas ao redor de uma mesa

O conceito de lifelong learning, “aprendizado ao longo da vida” em tradução livre, tem ganhado espaço no mercado de trabalho e tudo indica que essa é uma tendência que veio para ficar. 

Afinal, com a transformação digital cada vez mais presente no mercado, o que está alterando não só o comportamento dos consumidores, mas as estruturas das empresas e até a maneira de se relacionar.

A velocidade desse avanço é tão grande que uma pesquisa do Institute For The Future (IFTF) já revelou que 85% das funções profissionais que existirão em 2030 nem mesmo existem ainda.

Nesse contexto, a empresa que não investe em estratégias para se adaptar rapidamente às mudanças corre o risco de ficar para trás. 

É nesse momento que surge a importância do lifelong learning, que facilita essa adaptação e o crescimento dos negócios.

Para te ajudar a entender esse conceito e como ele pode ajudar sua empresa na prática, neste artigo você verá os seguintes pontos:

Boa leitura!

banner pontotel custos altos

O que significa lifelong learning?

imagem de uma mulher lendo um livro

Lifelong learning é uma expressão em inglês que significa “aprendizado ao longo da vida”. Esse conceito se refere à busca constante por conhecimento, seja no âmbito acadêmico, pessoal ou profissional. 

Ou seja, o processo de formação do indivíduo deve ser feito de forma contínua, voluntária e automotivada, e independente do acesso à educação formal.

Portanto, essa busca não se restringe às salas de aulas e não acaba quando o profissional conquista seu diploma.

Qual o objetivo dessa prática?

A ideia central do lifelong learning é a crença de que a formação e educação de um indivíduo é um processo constante que não deve se restringir aos muros da escola ou ao diploma da faculdade.

Esse pensamento é reforçado pela própria Lifelong Learning Council Queensland (LLCQ), que é a principal instituição responsável por disseminar esse conceito no mundo. 

Segundo a LLCQ, a ideia de lifelong learning foge dos padrões formais de educação e foca no aprendizado contínuo, que pode ser acessado de diferentes maneiras ao longo da vida.

Por isso, seu principal objetivo é estimular as pessoas a investirem na sua capacitação e abraçar novos conhecimentos e experiências para expandir seu repertório.

Num mercado cada vez mais competitivo, quem assume essa prática se destaca por sua qualificação, proatividade e competências que vão além do conhecimento formal. 

Ou seja, o profissional que investe em lifelong learning tem mais chances de conseguir uma boa oportunidade de trabalho.

Quais são os 4 pilares do lifelong learning?

Para entender melhor como o lifelong learning funciona, você precisa conhecer os quatro pilares que sustentam esse conceito.

Veja abaixo!

Aprender a conhecer

Um dos pilares dos lifelong learning está relacionado à curiosidade, a adoção de uma postura questionadora e ao desenvolvimento do pensamento crítico. 

Essas características são fundamentais durante a busca e o processamento do conhecimento. 

Afinal, além de deixarem as pessoas mais motivadas a aprender, o pensamento crítico e a curiosidade permitem que os indivíduos consigam resolver problemas complexos e apresentar soluções mais inovadoras.

Aprender a fazer

Além de ter interesse em expandir seus conhecimentos, a pessoa que investe em lifelong learning deve ser capaz de transformar a teoria em prática. 

Ou seja, ela precisa estar disposta a colocar a “mão na massa”, testar esse conhecimento e potencializar suas habilidades.

Vale lembrar que o “aprender a fazer” não se trata apenas de colocar o conhecimento técnico em prática, mas também desenvolver habilidades comportamentais, como inteligência emocional e capacidade de liderança.

Aprender a conviver

A convivência com pessoas mais experientes ou com vivências diferentes da sua também é uma grande fonte de conhecimento. 

Porém, você só tem acesso a essa fonte se for capaz de interagir com outras pessoas, fornecer e receber feedbacks, gerenciar conflitos, criar vínculos, entre outras habilidades sociais. 

Assim, quem estiver aberto ao aprendizado por meio da convivência consegue desenvolver suas habilidades de comunicação e trabalho em equipe com mais eficiência e ainda ajuda a transformar o ambiente de trabalho em um local mais saudável.

Aprender a ser

Por fim, o último pilar do lifelong learning se refere a autonomia do aprendizado. Ou seja, ele incentiva a busca por conhecimento de forma autônoma, por iniciativa própria. 

Na prática, isso significa que as pessoas têm iniciativa para buscar cursos, treinamentos e materiais, por exemplo, que contribuam para a sua formação, de acordo com seus interesses. 

Assim, ela se torna cada vez mais responsável pela sua curva de aprendizagem e desenvolvimento.

Por que é importante que uma empresa invista no lifelong learning?

Para o profissional, está claro que adotar a prática do lifelong learning é fundamental para o desenvolvimento e sucesso da sua carreira. 

Mas como esse conceito pode ajudar sua empresa?

A grande vantagem de adotar o conceito do lifelong learning na sua empresa é que essa atitude exige a implementação de uma cultura de inovação dentro do seu negócio. 

Isso significa que a corporação precisa incentivar seus colaboradores a investirem em atualização profissional e desenvolvam soft e hard skills compatíveis com as tendências do mercado. 

Dessa forma, é possível montar equipes e setores que acompanham as mudanças da área e que consigam criar soluções coerentes com o momento e com as demandas dos consumidores.

Além disso, a empresa que investe em práticas alinhadas ao lifelong learning investe na formação contínua de profissionais alinhados às demandas da organização. 

Assim, esses colaboradores têm a oportunidade de crescer na empresa, desenvolver sua carreira e aumentar sua satisfação profissional. 

Como consequência desse conjunto de fatores, a empresa aumenta suas chances de se destacar no mercado e se torna mais preparada para enfrentar os desafios.

Vantagens do lifelong learning para a empresa

imagem de quatro pessoas sorrindo estendendo as mãos para cima

Para complementar a importância do lifelong learning para as empresas, conheça abaixo as principais vantagens da adoção dessa prática.

Colaboradores em constante aprendizado

Como o principal objetivo do lifelong learning é incentivar o aprendizado contínuo, a empresa que adota essa prática motiva seus funcionários a investirem no seu desenvolvimento profissional. 

Afinal, os colaboradores são incentivados a investir de forma constante na sua formação e no desenvolvimento de soft skills. 

Assim, os funcionários se tornam mais preparados para lidar com desafios do dia a dia da empresa.

Funcionários atualizados com o mercado

Como explicamos anteriormente, o aprendizado contínuo é fundamental para manter os colaboradores alinhados com as tendências e demandas do mercado. 

Assim, eles se mantêm sempre atualizados, o que facilita a criação de soluções mais criativas, inovadoras e tecnológicas para ajudar a empresa crescer.

Vantagem competitiva

Como resultado das vantagens anteriores, a empresa que tem esse tipo de colaborador em seu time é beneficiada com o aumento da produtividade e da qualidade dos seus produtos e serviços. 

Dessa forma, a organização ganha uma vantagem competitiva, passa a se destacar no mercado e ainda melhora seus resultados financeiros.

Colaboradores mais criativos

A partir do momento que o profissional desenvolve essa postura de busca ativa pelo conhecimento e pela expansão de suas experiências, ele também expande seu repertório. 

Com base nessas informações e vivências, fica muito mais fácil exercitar a criatividade e pensar fora da caixa. E isso faz diferença na hora de solucionar problemas para a empresa.

Retenção de talentos

O profissional se sente mais valorizado pela empresa quando percebe que a organização está disposta a investir e incentivar seu desenvolvimento. 

Essa sensação de valorização é um dos principais motivos que aumentam a retenção de talentos e reduzem a rotatividade de funcionários

Melhoria da capacidade de resolução de problemas

Criatividade e inovação andam juntos. Portanto, funcionários mais capacitados e criativos têm mais facilidade para identificar falhas em processos, serviços e produtos. 

Além disso, eles desenvolvem a capacidade para propor soluções inovadores, pensar fora da caixa e resolver os problemas da empresa de forma mais rápida e inteligente.

Como sua empresa pode estimular o lifelong learning?

imagem de dois homens e duas mulheres em um escritório conversando

Após entender a importância do lifelong learning para a sua empresa, chegou a hora de aprender a colocar esse conceito em prática. 

Para isso, basta seguir as dicas abaixo:

Adote a prática em sua cultura

Primeiro, a empresa precisa inserir o lifelong learning na sua cultura organizacional. Isso significa que é necessário adotar a prática de feedbacks e criar um ambiente de trabalho dinâmico, que estimule a troca de informações. 

Além disso, é importante que o setor de Recursos Humanos (RH) acompanhe o mercado e tente antecipar as tendências que podem ajudar sua empresa a crescer. 

Com base nisso, é possível propor ações assertivas para estimular a formação continuada dos funcionários de acordo com as demandas da organização.

Invista em treinamentos e aprendizagem corporativa

Baseado no estudo do mercado, no perfil dos colaboradores e nas demandas da organização, a empresa pode investir no treinamento e capacitação dos funcionários através de cursos, workshops, palestras, entre outros recursos. 

Assim, ela cria oportunidades para que os colaboradores se mantenham atualizados e desenvolvam as habilidades que a organização precisa.

Ofereça uma educação continuada para os colaboradores

A formação continuada dos colaboradores exige que eles sejam estimulados a estudar e buscar conhecimento. 

Por isso, além de treinamento e capacitação, a empresa pode desenvolver várias estratégias para estimular o funcionário a continuar estudando. 

Ela pode fazer parcerias com instituições de ensino, criar programas de treinamento de líderes, investir no intercâmbio de profissionais para outras sedes, por exemplo, entre outras iniciativas.

Conclusão

Como vimos ao longo do artigo, a adoção do lifelong learning é fundamental para a empresa que quer se destacar no mercado, se adaptar às mudanças e se preparar para os desafios. 

Isso é possível graças às vantagens proporcionadas pelo lifelong learning, que incentivam o aprendizado contínuo, o desenvolvimento dos colaboradores, a criatividade, entre outros benefícios. 

Por isso, se sua empresa ainda não adota essa prática na sua cultura organizacional, está na hora de começar essa mudança.

Gostou do conteúdo? Então acompanhe outros artigos sobre gestão de empresas no Blog da PontoTel! 

banner como resolvemos problemas no controle de jornada
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima