Internet 5g – O que é, como funciona e como vai mudar a internet brasileira

imagem de um holograma do 5G

Atualmente, é quase impossível imaginar como seria a vida sem internet. Fotos, vídeos, trabalho, lazer, entre outras coisas estão online. Por isso, o acesso deixou de ser um artigo de luxo e se tornou um bem de consumo de grande necessidade. 

Por essa razão, buscou-se otimizar cada vez mais esse acesso. A tecnologia dos computadores e dos smartphones evoluiu, oferecendo acesso remoto em qualquer lugar do mundo. 

Ao observar a linha do tempo da internet móvel, pode-se perceber uma busca por eficiência e dinamismo. Os desenvolvedores subiram a escala de qualidade, passando pelas conexões 2G, 3G e 4G e fazendo melhorias para tornar a vida do usuário mais confortável. 

Enfim, chegou a era da internet 5G. Mas o que essa nova geração tem a oferecer representa muito mais que conectividade: ela também traz inovação, transformação e a própria revolução digital por meio dos benefícios oferecidos.

Por exemplo, você sabe o que é a quarta revolução industrial? E a internet das coisas? Caso queira descobrir, continue lendo para entender o que esses conceitos significam. 

Boa leitura! 

banner como funciona o software de ponto mais completo

O que significa 5G?

imagem de uma mulher sentada na frente de um computador falando ao celular

A internet 5G significa a quinta geração da internet móvel. Na prática, isso se traduz em uma série de melhorias e otimizações em relação às suas antecessoras (sendo a mais recente delas a 4G). 

Como forma de comparação, imagine o cinema. A grande revolução digital começou com a chegada do cinema 3D, ou seja, em três dimensões (altura, largura e profundidade). 

O cinema 4D adicionou uma dimensão extra: a experiência sensorial. Essa extrapolação de barreiras pode se comparar com a inovação trazida pela internet 5G. 

Mas o que é esse G, afinal? Você provavelmente já se perguntou o que essas letras que aparecem no topo do seu celular representam. 

Elas têm a ver com a velocidade do sinal de internet. A letra G, por exemplo, significa GPRS (General Packet Radio Service), ou pacote geral de serviço de rádio. 

Para entender melhor, o sinal de internet que o seu celular recebe é transmitido via ondas de rádio, sendo captado pelos aparelhos smartphone e transformado em dados. Esses emissores são colocados no alto de torres, que emitem o sinal até chegar em você.

Com a internet 5G, esse sinal chega muito mais rápido, economizando tempo de tarefas cotidianas. Além disso, essa nova geração permite também a implementação de novas tecnologias que antes não eram possíveis, como você verá a seguir. 

Como funciona a internet 5G?

É impossível falar do funcionamento da internet 5G sem mencionar três aspectos técnicos que representam uma série de melhorias para a sociedade, de modo geral. Estamos falando de latência, velocidade e conectividade. 

Latência

A internet 5G funciona dentro de alguns princípios, sendo o principal deles a redução da latência. Esse conceito, aplicado à telefonia, diz respeito ao intervalo de tempo entre você realizar um comando e a execução da tarefa almejada. 

Imagine, por exemplo, um jogo online como o Counter Strike. Existe um tempo de latência entre o jogador pressionar a barra de espaço para saltar e o personagem de fato executar o comando. 

Na tecnologia 4G, esse tempo varia entre 50 e 70 milissegundos. Já a 5G traz uma otimização de resposta que pode durar de 5 a 20 milissegundos, o que torna as reações muito mais dinâmicas e as ações muito mais precisas. 

E por que isso é importante? Existem equipamentos eletrônicos que demandam esse tipo de resposta rápida, por exemplo, um robô utilizado para cirurgias remotas. Quanto mais rápida for a resposta dos comandos do cirurgião, mais eficaz será o procedimento. 

Velocidade

No entanto, reduzir a latência não é a única marca registrada da internet 5G. Outra grande característica é o aumento considerável da velocidade das conexões. 

Atualmente, a internet 4G proporciona uma velocidade média de 12 mbps por pessoa. Esse termo, comumente abreviado para “mega”, quer dizer a velocidade da banda larga à que o cidadão tem acesso no seu celular. 

Com a internet 5G, esse valor salta para 100 mbps por pessoa, o que significa uma melhoria 8 vezes mais rápida que a sua predecessora. 

Esse aumento na velocidade também se aplica a downloads e uploads. Hoje, para baixar um vídeo de 1 giga com a internet 4G, o usuário leva 54 milissegundos. A internet 5G irá consumir apenas 1 ou 2 milissegundos para baixar um vídeo de 20 gigas.

Conectividade 

Outro ponto crucial é a conectividade que a internet 5G permite. Imagine a seguinte situação: seus amigos e familiares compartilhando o seu sinal de wi-fi, cada um realizando uma tarefa distinta. Isso gera um tráfego intenso que reduz a qualidade do sinal. 

Contudo, com a internet 5G, isso não irá acontecer. Sua tecnologia permite uma multiplicidade de aparelhos conectados à mesma rede, o que significa mais produtividade e eficácia em ambientes de trabalho compartilhados, eliminando o congestionamento.

Em termos técnicos, a internet 4G oferece cobertura de 10 mil aparelhos por quilômetro. Em contrapartida, a internet 5G cobre 1 milhão de aparelhos. 

E isso não diz respeito apenas à telefonia: a conectividade ampliada permite um desenvolvimento mais veloz da internet das coisas, como você verá ainda neste artigo. 

Ela é apenas móvel?

Sim, a internet 5G é apenas móvel. Normalmente, confunde-se internet 5G com rede de wi-fi 5GHz. No entanto, apesar da similaridade entre os nomes, não estamos falando da mesma coisa. 

Como você aprendeu até aqui, a internet 5G é uma geração de telefonia móvel transmitida por torres por meio de sinais de rádio. Já o sinal de wi-fi 5GHz é transmitido pelos roteadores da sua rede doméstica ou da empresa onde você trabalha. 

Em outras palavras, o sinal de wi-fi 5GHz é local, enquanto que a cobertura de telefonia móvel 5G é global. Apesar das similaridades, como não precisar de fios e encontrar resistência de paredes, trata-se de dois sinais bem distintos. 

A internet 5G já chegou ao Brasil?

Por enquanto, a internet 5G ainda não chegou ao Brasil. O processo é um pouco complicado e burocrático, então vamos traçar uma linha do tempo para entender melhor como ele se desenvolve. 

Em novembro de 2021, o Ministério das Comunicações (MCom) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realizaram um leilão de radiofrequências no qual 85% delas foram arrematadas, arrecadando R$47,2 bilhões. 

O edital oferece às empresas contempladas uma licitação para implementar seus serviços no Brasil, mas também prevê marcos temporais ano a ano para entrega de resultados. 

As empresas que ganharam o direito de explorar as faixas e levar o acesso à internet 5G para a população foram:
 

  • Winity II Telecom
  • Brisanet
  • Consórcio 5G Sul
  • Cloud 2u
  • Fly Link
  • Neko Serviços

De acordo com os editais mencionados, a previsão para a chegada da internet 5G ao Brasil é julho de 2022. Porém, para cidades com mais de 30 mil habitantes, estima-se que o acesso seja amplamente oferecido até o ano de 2029. 

Para implementação dos serviços, as empresas de telefonia Oi, Tim, Claro e Vivo já lançaram plataformas-teste para a tecnologia 5G. Portanto, estão apenas aguardando os resultados das licitações para começarem a divulgar os serviços e os custos. 

Como o 5G vai mudar a internet brasileira?

imagem de um homem sorrindo segurando um celular

O Brasil é um país de tamanho continental onde nem todos os estados e municípios têm acesso à internet. Logo, o primeiro grande benefício do 5G é promover maior inclusão digital e social no território brasileiro. 

Isso ocorre porque será possível levar sinal de internet a localidades mais remotas, sendo apenas necessário o investimento em infraestrutura. 

Além dos aspectos sociais, existem também as transformações técnicas que a nova geração trará ao povo brasileiro. Continue lendo para saber quais são! 

Transferência de informações em tempo real

Você já ouviu falar em delay? Com a internet 5G, essa lentidão e atraso no processamento das informações será eliminada. Como resultado, as informações serão transmitidas em tempo real, otimizando os processos. 

Assim, o trabalhador brasileiro poderá desfrutar de mais dinamismo em suas atividades profissionais. Isso é ainda mais evidente no mundo pós-pandêmico, em que a cultura de trabalho remoto se intensificou, tornando o acesso à internet um bem essencial. 

Velocidade de internet aumentada

Mas não basta ter acesso, a internet tem que ser veloz. Não apenas para navegação, mas também para agilizar downloads e uploads. 

Em abril de 2021, a empresa de inteligência de rede Ookla publicou um estudo sobre a velocidade da internet no mundo. Vale lembrar que a empresa é responsável pelo Speedtest, o popular website que testa a velocidade da internet móvel do usuário. 

O relatório mostra que o Brasil ocupa o 49º lugar para banda larga fixa no mundo, enquanto que sua posição é de 74º para internet móvel. A perspectiva é que com a chegada da internet 5G ao país, esse número diminua consideravelmente. 

Mais dispositivos conectados

Com a transferência de dados em tempo real e o aumento da velocidade, vem também a ampliação da conectividade. Como já mencionamos, mais dispositivos poderão ser conectados às redes sem congestionamento ou perda de sinal. 

Mas o que isso traz na prática? Existem dois termos que ajudam a responder essa pergunta: coworking e coliving. 

Essas palavras em inglês significam respectivamente ambientes para se trabalhar ou morar juntos, normalmente com desconhecidos. Nessas circunstâncias, o compartilhamento de internet é essencial, aumentando a quantidade de dispositivos conectados.

Assim, a chegada da internet 5G não apenas amplia a conectividade, mas corrobora com transformações sociais e culturais que o Brasil está vivenciando. 

Melhora da internet para consumidor e empresas

Com todas as transformações proporcionadas pela internet 5G, é de se esperar que haja uma melhora significativa não apenas para o consumidor físico, mas também para as empresas.

Para o cidadão, acesso à internet rápido e de qualidade é garantia de bem-estar e qualidade de vida. Afinal, boa parte dos hobbies e formas de lazer praticadas hoje estão associados à conectividade online. 

As empresas, por sua vez, se beneficiam de mais dinamismo e praticidade nas entregas de seus serviços. Além disso, é possível otimizar o trabalho das equipes, aumentar a produtividade e potencializar os lucros. 

O Brasil já vem demonstrando grande potencial para modalidades não-tradicionais de trabalho e serviços freelancer. Logo, a melhora da internet conduz o país ao progresso e ao desenvolvimento profissional. 

Quais os benefícios da internet 5G?

imagem de dois homens conversando olhando para um celular

Os benefícios da internet 5G são consequências das melhorias tecnológicas e sociais que discutimos até o momento. Além da velocidade e da conectividade melhoradas, não se pode deixar de mencionar como a Internet das Coisas entrará em vigor no Brasil. 

Internet das Coisas

A Internet das Coisas, em inglês Internet of Things (IOT), é a capacidade que objetos e aparelhos eletrônicos têm de se conectarem entre si. Assim, cria-se algo como uma rede neural de facilidades domésticas que tornam a vida humana mais prazerosa e simples. 

Imagine, por exemplo, a sua cozinha. A geladeira, o microondas, a lavadora de pratos e o fogão estão interligados por rede, possibilitando comandos simples que possam operá-los e de forma remota. 

Assim, é possível programar ações para otimizar seu tempo na cozinha e agilizar tarefas domésticas cotidianas, como cozinhar, lavar e secar. 

E o que a internet 5G tem a ver com isso? Esses produtos inteligentes (smart products) não encontravam plena funcionalidade no Brasil devido à baixa capacidade de conexão. Com a ampliação das redes, as casas e os ambientes de trabalho se tornarão mais inteligentes. 

Em termos gerais, isso é algo que já acontece, só que em escala muito menor. Se você tem uma smart TV, um conjunto de lâmpadas inteligentes (smart lamps) ou uma Alexa em casa, você provavelmente já conhece um pouco dos benefícios que essa conectividade traz. 

A quarta Revolução Industrial 

Falando de um escopo maior, a Internet das Coisas faz parte de um conceito chamado de indústria 4.0, ou a quarta revolução industrial. Trata-se do uso em larga escala de máquinas e computadores para automação, trocas de dados, produção e modelos de negócios. 

Para entender melhor os efeitos dessa transformação na prática, é possível buscar referências em filmes de ficção científica do passado. Tecnologias como robótica, inteligência artificial, nuvem e a própria internet das coisas representam essa mudança. 

Vale recordar as transformações sociais que carros, maquinário industrial e a imprensa escrita promoveram entre os séculos XVIII e XIX. Pode-se, portanto, esperar o mesmo impacto na vida das pessoas trazido pela indústria 4.0. 

Transformações sociais 

Com isso, chegamos à principal transformação oferecida pela internet 5G: a melhoria da condição social do povo brasileiro e do mundo. Em outras palavras, o refinamento dos processos humanos por meio da potencialização da tecnologia disponível. 

Podemos contar inúmeros benefícios nessa linha de pensamento: 

  • Estudos e trabalho remoto de melhor qualidade;
  • Medicina à distância mais acessível e eficaz; 
  • Melhoria na mobilidade urbana; 
  • Novas formas de comunicação e entretenimento; 
  • Economia no consumo de energia dos aparelhos. 

Existem muitas outras áreas que serão impactadas pela internet 5G, cada uma sendo beneficiada de uma forma diferente. Estudos, trabalho, lazer, relações humanas, etc. Cada aspecto da vida social terá uma influência positiva disponível nessa evolução. 

Cidades Inteligentes

O que antes parecia futurismo, torna-se real e palpável. Um exemplo disso são as cidades inteligentes, em que os mecanismos urbanos estão interconectados. 

Com a internet 5G, é possível automatizar a iluminação pública, criar sensores meteorológicos mais eficazes e ampliar as centrais de segurança das cidades. Além disso, a vida urbana torna-se mais dinâmica e rica por meio de carros e casas conectadas. 

Redução de custos

Por fim, o último benefício de que falaremos é a redução dos custos nas mensalidades do seu pacote de serviços. Esse valor é mais baixo por conta do processamento dos bits ser mais rápido, o que favorece a precificação. 

Estima-se que os valores cheguem ao mercado em torno de R$250 e caiam para R$100/150 após a massificação do serviço. 

Contudo, vale lembrar que o usuário provavelmente terá de trocar o seu aparelho celular por um que tenha compatibilidade com a rede 5G. 

Conclusão

A evolução humana atingiu um ponto em que as distâncias já não mais representam uma barreira para as relações profissionais e pessoais. Com a internet e os aparelhos celulares, foi possível reduzir essas limitações e usá-las ao nosso favor enquanto espécie. 

Assim, é de se esperar que a cada ano, novas tecnologias sejam desenvolvidas em prol de melhorar ainda mais essas relações. A internet 5G, portanto, torna-se uma ferramenta crucial para o desenvolvimento da sociedade e melhorias no espaço urbano. 

Isso porque todas as áreas são afetadas positivamente: saúde, educação, comércio, transportes, segurança, vida doméstica, comunicação e entretenimento. 

Portanto, o segredo da mudança é preparar-se para a migração, buscar conhecimentos mais aprofundados sobre o tema e aproveitar tudo que as novas tecnologias têm a oferecer. 

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe em suas redes sociais e continue acompanhando o blog da PontoTel

gestao de jornada e redução de custos
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima