E-recruitment: entenda o que é e como otimizar as etapas do processo seletivo das empresas

imagem de uma mulher fazendo chamada de vídeo com outra mulher

Processos administrativos, de qualquer natureza, são burocráticos e levam tempo. E quando se fala em processos de recrutamento e seleção não é diferente. São muitas ações que levam tempo, entre elas  buscar o candidato ideal, realizar dinâmicas, dar feedbacks, entre outras diversas etapas envolvidas.

 A vida nos dias de hoje é bastante permeada pela internet. Em um momento em que todos os profissionais estão conectados quase que em 100% do tempo, por que não recrutar online?

Neste cenário, e-recruitment tem sido a saída para facilitar tudo isso. Por meio do uso da tecnologia, é possível chegar facilmente aos candidatos e as etapas de seleção se tornam mais simples e rápidas, otimizando a atividade no departamento de RH.

Mas você sabe o que significa e-recruitment, e o quão vantajoso pode ser para sua empresa?

Veja abaixo alguns tópicos que te ajudarão a entender mais sobre os benefícios desse método de recrutamento:

Boa leitura!

controle de jornada digital e gestao de pessoas

O que é E-recruitment?

imagem de um homem sorrindo lendo

O e-recruitment é o processo de recrutamento e seleção feito por meio da internet. Por meio de ferramentas e possibilidades que somente a conexão nos dá, é possível buscar, selecionar e contratar colaboradores de forma digital.

Nos últimos anos, principalmente após a pandemia da COVID-19, o e-recruitment vem sendo usado amplamente pelo mercado e se consolidou como uma forma eficiente no processo de recrutamento.

Como o E-recruitment funciona?

Desde plataformas a redes sociais, passando pela inteligência artificial, o e-recruitment usa da tecnologia disponível para facilitar todo o processo. São ferramentas estratégicas que podem ser usadas para atração, busca, entrevista e até admissão de pessoas.

Sites e plataformas de gestão de currículos e documentos são algumas das ferramentas que compõem o que é chamado de e-recruitment. 

Principais vantagens do E-recruitment

Em um mundo cada vez mais rápido e digital, as práticas de e-recruitment são bastante vantajosas na hora de encontrar o candidato ideal e que combine com a cultura empresarial da sua organização.

Dentre as principais vantagens estão: economia de tempo, uma gama maior de candidatos para analisar e custos mais baixos. Falaremos um pouco de cada uma a seguir:

Economia de tempo

As plataformas organizam fluxos e os deixam mais fluídos e rápidos. A pré-seleção de currículos automática e entrevistas online são algumas das práticas que fazem com que o recrutador economize muito tempo se optar por um e-recruitment.

No e-recruitment são extinguidas fases do processo seletivo presenciais e o manejo de documentos que costumam burocratizar e aumentar o tempo para se finalizar um processo de recrutamento tradicional.

Seleção mais ampla

As plataformas de e-recruitment possibilitam que você tenha em vista e recrute mais candidatos que os métodos tradicionais. Se antes alguém precisava se deslocar para participar de uma entrevista, hoje todo o processo pode ser feito online.

Deste modo, e-recruitment quebra todas as barreiras que podem existir entre os atos de se candidatar, de selecionar e de contratar. Tornando tudo mais descomplicado e fluido.

Além disso, as plataformas permitem, ainda, que o recrutador direcione seus anúncios para o público específico, por meio da segmentação, o que amplia a quantidade de candidatos ao mesmo tempo que mantém a efetividade da busca.

Redução de custos

Uma das máximas dos negócios é: tempo é dinheiro. E no caso do processo de recrutamento utilizar o e-recruitment é muito mais rápido e, portanto, mais econômico.

Com o e-recruitment, também há menos gasto com deslocamento para entrevistas, divulgação de vagas de maneira manual e outras ações de prospecção, já que os candidatos estarão disponíveis em plataformas online.

Criação de um banco de currículos

Tais plataformas também são capazes de manter e catalogar em sua base os currículos que chegam por meio de um processo de e-recruitment. Forma-se, então, um banco de currículo virtual, sem precisar de arquivo no mundo físico (impresso).

Com um banco formado, o empregador pode consultar de maneira fácil e rápida seus registros em busca de um candidato ideal.

Redes sociais

Principalmente para realizar a busca de candidatos, as redes sociais são uma ferramenta bastante utilizada quando falamos de recrutamento digital.

Pelo LinkedIn, a rede profissional mais conhecida da atualidade, é possível procurar o candidato ideal, se conectar a ele, buscar referências – além de conteúdos exclusivos destinados apenas aos headhunters.

Plataformas online

As plataformas online facilitam a publicação de vagas e toda essa gestão como triagem, organização de e busca fácil de candidatos.

Dentre as que existem no mercado, há aquela que pode se enquadrar melhor no seu objetivo, já que elas contam com objetivos e características bem diferentes umas da outra. Algumas, por exemplo, são destinadas a somente cargos de determinada área, já outras a apenas cargos de gerência.

Inteligência Artificial

Todas aquelas tarefas manuais, em grande quantidade e que demandam bastante tempo para serem resolvidas, podem contar com a ajudinha da Inteligência Artificial. Com a IA, é possível trazer soluções rápidas e eficientes.

As máquinas inteligentes ajudam ainda a analisar e orientar gestores a tomada de decisão, agilizando todo o processo de contratação.

Big Data

O Big Data, além de reunir todas as informações necessárias, também permite que a empresa monte um banco de talentos digital.

Por meio dessa ferramenta, você pode acompanhar gráficos sobre as competências disponíveis, perfis recorrentes e usar essas informações a seu favor na hora de realizar o recrutamento.

Software de admissão digital

Buscou, fez a triagem, entrevistou e gostou do candidato? Agora é hora de contratá-lo. E a boa notícia é que a parte burocrática do processo de admissão também pode ser facilitada por meio do e-recruitment.

Com os softwares de admissão digital, toda a documentação necessária para que um candidato tenha sua contratação efetivada pode ser enviada online. Dessa forma, não será preciso se deslocar para assinar as papeladas, o que deixa tudo muito mais rápido.

Como implementar esse método nas empresas?

imagem de uma pessoa encostando em um desenho de uma silhueta

A implementação do e-recruitment pode acontecer de uma vez só ou em fases, dependendo da disponibilidade de recursos como tempo e dinheiro.

Para implementar o e-recruitment, o primeiro passo é conhecer todas as ferramentas disponíveis e entender os benefícios de cada uma. Após isso, você pode definir quais fazem mais sentido para o seu negócio.

Abaixo, nós separamos algumas dicas para você implementar o recrutamento digital de forma eficaz e duradoura.

Crie um planejamento estratégico

Toda mudança exige planejamento e, nem sempre, é possível fazer a migração para o e-recruitment de uma só vez. Por isso, criar um planejamento estratégico é essencial para o sucesso da implementação.

Crie prazos de substituição de cada ferramenta, planeje treinamentos e um cronograma a ser cumprido. Paralelo a isso, também tenha definido o escopo das vagas mais necessárias em seu negócio, o perfil dos profissionais desejados, como será a dinâmica das entrevistas e onde será possível encontrar os candidatos ideais.

Monitore o perfil dos candidatos

Esteja sempre atento! Durante todo o processo de e-recruiting, é preciso sempre estar atento aos candidatos. Onde eles estão? Qual é a tendência do mercado? Eles são compatíveis com a cultura organizacional da minha empresa?

As redes sociais voltadas para o lado profissional são uma boa ferramenta para isso, pois lá é possível saber mais sobre os candidatos, como experiências anteriores e outras informações que podem  gerar insights.

Determine os canais que que serão utilizados

São vários canais disponíveis para recrutamento digital, mas a verdade é que nem todos podem fazer sentido à sua empresa. Os canais podem ser mais ou menos necessários dependendo do tamanho da sua empresa e da demanda por pessoal.

Na hora da busca, entenda onde os candidatos que são sua meta estão posicionados, qual é seu comportamento. Por exemplo: eles costumam utilizar mais o LinkedIn ou se inscrevem para vagas em sites específicos? É uma questão importante a se observar.

Realize entrevistas remotamente

Durante um processo seletivo é muito comum – quase que imprescindível – que o candidato passe por testes e por entrevistas. No e-recruitment, esses passos de um processo seletivo devem acontecer online.

Os testes podem contar com a ajuda de softwares e inteligência artificial. Já as entrevistas devem ser feitas por meio de videoconferência com membros da equipe de RH e gestor para que a comunicação e tom sejam avaliados.

Quando não optar pelo E-recruitment?

Há momentos e situações em que recrutamento digital pode não ser a melhor forma de admissão de colaboradores. O processo, além de prático, também pode ser informal, o que pode não ser interessante para determinados perfis de cargos,  como os executivos, que exigem longas negociações.

Como a tecnologia pode ajudar no E-recruitment?

Tecnologia e e-recruitment são praticamente sinônimos e, juntos, revolucionaram a forma de recrutar e admitir funcionários. O apoio da tecnologia facilitou e tornou o trabalho de recrutadores e a vida de candidatos mais prática.

Mais agilidade, assertividade, organização e rapidez são os benefícios que as novas plataformas e ferramentas trouxeram. Com o e-recruitment, os departamentos de RH conseguem ter uma visão mais ampla do mercado e uma base maior de funcionários para analisar.

O e-recruitment diminuiu também as distâncias. Agora, um candidato não precisa mais se deslocar quilômetros para poder se candidatar a uma vaga, participar de uma entrevista e entregar seus documentos. É tudo feito de forma online.

Conclusão

imagem de uma mulher segurando um tablet

Neste artigo, entendemos o que é e-recruitment e como as tecnologias possibilitaram a empresas optarem por métodos de recrutamentos digitais.

Muito além da entrevista em vídeo chamada, hoje é possível gerir banco de currículos e receber a documentação necessária de uma forma não-física. Tais facilidades reduziram o tempo de contratação e beneficiaram candidatos e empresas.

Foi explicado também sobre cada ferramenta de e-recruitment e quais delas podem fazer sentido para o seu processo de admissão de novos funcionários.

Gostou deste assunto? Já utiliza do e-recruitment na sua empresa ou pretende utilizá-lo? Para saber mais sobre assuntos relacionados a este universo, acesse o Blog da PontoTel.

banner como funciona o software de ponto mais completo
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima